Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Stricto Sensu

A Pós-Graduação no Instituto de Ciências da Educação oferta cursos de mestrado e doutorado em educação. O Programa tem como objetivo “a formação do professor/pesquisador, incorporando na sua prática curricular a pesquisa e a produção de conhecimentos acerca da realidade regional, particularmente da educação, em todos os seus ângulos e relações”.

O Programa de Pós-Graduação em Educação possui três linhas de pesquisa: Currículo e Formação de Professores, Políticas Públicas Educacionais e Educação, Cultura e Sociedade. Em ambas há oferta de vagas para mestrado e doutorado.

O processo de seleção para o mestrado e doutorado é coordenado por uma equipe de professores escolhida entre seus pares no Colegiado de professores do Programa, instância que aprecia e delibera sobre temas inerentes à organização e funcionamento dos cursos.  A seleção ocorre anualmente, entre os meses de setembro e dezembro.

O Programa conta com 103 orientandos no curso de mestrado e 118 no curso de doutorado (Relatório 2017). O tempo médio de integralização do curso de mestrado é de dois anos e do curso de doutorado, quatro anos.

O corpo docente do Programa é formado por 26 professores, sendo 20 do quadro docente do Instituto de Ciências da Educação da UFPA e 6 de outras instituições ou unidades da própria UFPA.

Na última avaliação quadrienal promovida pela Capes o Programa recebeu conceito 5, o que significa que atingiu um patamar de qualidade acadêmica que o credencia como programa recomendado pela Capes.

 

 

 Informações Relacionadas:

  • ▸ Para informações sobre o Programa de Pós-Graduação em Educação consulte o site do Programa.
  • ▸ Para informações sobre a última avaliação quadrienal do Programa consulte o site da   Capes
  • ▸ Para informações sobre o desempenho dos Programas de Pós-Graduação em   Educação, Avaliação quadrienal, consulte a Planilha Comparativa.
  • ▸ Para informações sobre o regulamento da pós-graduação stricto sensu,consulte a Resolução N. 3.870/2009, do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa (CONSEPE).
Fim do conteúdo da página